O que eu penso sobre Escolha Profissional

Vocês acompanharam um pouco do processo da minha escolha profissional. Eu tive muitas dúvidas e inseguranças, e já mudei de ideia várias vezes. Mas, com certeza, aprendi bastante com isso.

20160219_065534-cc3b3pia

“Pode não ser tão simples pra você ver qual o caminho seguir”

Uma das coisas que eu aprendi foi que a escolha de uma profissão não é algo fácil para algumas pessoas, não é algo que se resolve de maneira muito prática. Escolher uma profissão envolve, acima de tudo, autoconhecimento.

“O autoconhecimento é uma das maiores chaves para essa descoberta”

Você perceber com o que você se identifica, em que área você quer se desenvolver, e como você pode usar o que você gosta para ajudar a alguém, é, acima de tudo, saber se analisar. Conhecer a si mesmo, se entender, se perceber no mundo são coisas essenciais. Continuar lendo “O que eu penso sobre Escolha Profissional”

Por que mudei de ideia sobre o curso?

Decidi que no vestibular de 2017 vou prestar nutrição, e não arquitetura ou engenharia civil, como eu havia pensado.


Para se ter sucesso, é necessário amar de verdade o que se faz.

Steve Jobs


Eu havia há dois anos decidido que arquitetura seria a profissão certa para mim devido a minha vontade de decorar casas, mas era apenas isso. Gosto, sim, de todas as áreas dessa profissão, mas no momento, não é o que eu almejo. Quero focar, nesse ano, em passar no vestibular de nutrição, pois está mais de acordo com as minhas aspirações para esse ano.

Visualize-se naquela profissão

Um dos motivos que me levou a acreditar que não era Arquitetura a profissão que eu queria realmente seguir foi eu não conseguir ver futuro naquilo, não conseguir me visualizar como Arquiteta. Já com nutrição eu consigo isso, eu consigo me imaginar sendo nutricionista e consigo ver um futuro bom a partir disso.

E essa pode ser uma dica bem legal para quem está passando por esse processo de escolha ou de mudança de profissão. Tente se ver no dia a dia daquilo, tente se imaginar na rotina daquela profissão, e perceba se acredita que aquilo será bom e satisfatório para você.

Alinhe sua profissão aos seus maiores ideais

Eu gosto da ideia de poder atuar na área de saúde. Acredito que a nutrição é um dos grandes pilares para uma vida com saúde, qualidade de vida, mais auto-estima e mais disposição. Eu vejo que poder proporcionar isso para as pessoas que precisam melhorar, que querem ser mais ativas e poder lidar com pessoas, são coisas que eu gosto muito e que quero poder trabalhar.

E eu acredito que, sim, você pode mudar de opinião quantas vezes for necessário. Todos os dias nós aprendemos mais sobre a vida e sobre nós mesmos, e isso é maravilhoso. E, ainda que você esteja há tempos em sua carreira, mas não queira mais aquilo, mude. Corra atrás do que está alinhado com os seus ideias no momento.

E para finalizar, gostaria de compartilhar com vocês uma pesquisa divulgada pelo site Linkedin mas que eu vi no site: administradores.com.br. A pesquisa revela que um em cada três pessoas que revolver mudar de emprego, mudam também de carreira. Isso representa 34% das que trocam de emprego. Ou seja, mesmo que você queira mudar de carreira, saiba que não está sozinho nisso.

Eu mudei de curso para o vestibular 2017 e essa foi uma das melhores decisões que eu tomei em relação a isso. E se eu posso tirar algo disso, é que sempre podemos recomeçar, basta ter garra e fé.

Você já pensou onde almeja estar daqui 5 anos?

Dando continuidade aos posts relacionados com as provas pré-vestibular e concursos, vamos conversar um pouco sobre um outro aspecto que deve ser pensado antes ou durante os estudos para essas provas, a fim de criar um objetivo, aumentar a determinação e seguir numa direção que você julga a mais correta para você.

Pensar sobre onde você quer estar daqui a 5 anos é uma reflexão que você deve ter, principalmente antes de começar os estudos. Isso porque a nossa vida deve sempre ter um propósito maior do que apenas viver o presente, mas sim ter um foco, uma direção, um sentido e um objetivo para daqui um tempo, para que o seu sonho, passe a ser um plano.

001
Fonte | http://www.ricotanaoderrete.com

É interessante pensar e responder algumas perguntas como:

Eu quero estar ajudando ao próximo?       |       Eu quero estar trabalhando numa multinacional?

Eu quero estar viajando muito à trabalho?       |       Eu quero estar trabalhando com tecnologia?

Eu quero estar formando uma família?       |       Eu quero estar morando fora do Brasil?

Eu quero continuar morando na cidade em que nasci?        |       Eu quero estar tendo contato com pessoas?

Eu quero trabalhar com a natureza?       |       Eu quero desenvolver novos produtos?

Eu quero trabalhar com saúde?       |       Eu quero trabalhar sozinha?

São muitas e muitas e muitas questões a serem respondidas e pensadas, mas o importante é você encontrar uma base para começar a seguir o seu caminho de forma que nenhum problema ou desânimo passageiros deixem que você desista de um objetivo maior, entende?

002
Fonte | Pinterest.com

E acredito que seja essencial que você tenha esse guia, pois, se por um acaso, algo ou alguém te desanimem, fazendo você pensar que não pode continuar seguindo o seu plano para alcançar seu sonho, você tem, dentro de si uma base forte e rígida, que, se unida a Deus, não te deixará desistir ou te impedir de se reerguer após ter passado por um problema.

Fonte | Pinterest.com
Fonte | Pinterest.com

E para tentar ajudar vocês, fiz esse arquivo para vocês baixarem e imprimirem para anotar quais são os seus planos para o futuro!!

Para baixar

0001

Bom, pessoal, por hoje é isso! Espero que tenham gostado e se inspirado para começar a pensar mais no futuro, para ter um porquê para correr atrás do que quer mesmo com todos os obstáculos. Para ver os posts dentro dessa série, é só clicar aqui.

Um beijo,

Uma Apaixonada Por Arquitetura ❤

Png

“Temos nosso próprio tempo”…

Eu sou uma estudante “nos 45 do segundo tempo”, pois estou no terceirão, e junto com esse ano, vieram dúvidas, inseguranças, desequilíbrios, até meio que constantes… Sabem por quê? Porque eu ainda não sinto que sei qual profissão seguir, e não tenho vergonha de não saber o que eu quero para o meu futuro.

Fonte: organizesuavida.com.br
Fonte: organizesuavida.com.br

É claro que eu posso ir empurrando isso com a barriga e escolher um curso que se enquadre mais ou menos nas minhas expectativas de vida (aos 17 anos…) Mas isso me tiraria a incrível experiência de me descobrir melhor, de abrir meus horizontes, e me distanciar da escola, com suas regras, seu pensamento retrógrado e sua pressão.

Não, eu não concordo com a pressão exercida pela escola, ao agir como se todos os alunos tivessem o mesmo tempo, a mesma facilidade e as mesmas expectativas de vida. Isso gera uma sensação de impotência quando você não é aquele aluno que se destaca no meio de multidões, e isso abala totalmente o emocional daquele que gostaria de “vencer”.

Acredito que as pessoas tenham visões de mundo diferentes, e que a escola não deveria induzir a um só pensamento: “Ei, se você não estudar, passar no vestibular, de preferência de primeira, depois fazer um curso que você escolheu quando nem seus hormônios estiverem se estabilizado ainda, você vai ser um perdido na vida, não vai alcançar seus sonhos, não vai entrar no mundo onde as pessoas estão atarefadas demais para viver.”

E será que eu concordo com isso? Acho que não. Tenho pensado muito sobre esse assunto e cada vez mais eu me convenço de que esse caminho, não é o melhor para todos. A verdade é que “temos o nosso próprio tempo” e respeitar isso, mesmo com os tais julgamentos e decepções pelos que te cercam, momentaneamente, é melhor do que mergulhar de cabeça em incertezas e fazer delas o plano de fundo da sua vida.

Um beijo,

Letícia ❀

 

Como aliviar a pressão dos Vestibulares

Tomar uma decisão em relação com o curso que considere o ideal, é uma tarefa difícil e requer muita reflexão para a maioria das pessoas, mas existem caminhos que podem ser tomados para que essa missão tenha um certo guia para começar a ver as coisas com mais clareza.

1ª Dica: Coloque no papel.

Escrever o nome de todos os cursos que você tem interesse já é um bom começo, mesmo que sua lista fique enorme! Sinalizar os cursos com os quais você mais se identificou também pode ajudar a visualizar o que você mais deseja fazer.

2ª Dica: Veja qual o enfoque do curso.

Buscar a grade de matérias durante todo o curso e pesquisar sobre cada matéria pode ajudar a eliminar aqueles que possuem a maior quantidade de matérias que não lhe interessa ou a menor quantidade de matérias que você gostaria muito de ter!

3ª Dica: Procure ajuda especializada.

Realizar testes vocacionais com profissionais da área também pode ser uma grande ajuda, porém, cuidado! Você deve levar o resultado em consideração, mas não é uma verdade absoluta.

4ª Dica: Deixe de lado os possíveis preconceitos.

Se desvincilhar de todos os preconceitos existentes sobre os cursos que você quer fazer também é um grande passo, já que haverá mais abertura para você escolher o que te faz feliz!

5ª Dica: Pesquise sobre o mercado de trabalho.

Pesquisar sobre o mercado, os campos de trabalho e as oportunidades também é um meio de clarear a sua visão sobre a aceitação da profissão que você pretende. Porém, não se esqueça de que quem precisa aproveitar as oportunidades de trabalho/estudo e quem constrói e busca seu mercado é você! Ter um mercado abrangente e propício ajuda, porém sem a sua busca pelos projetos, não há garantia de contratação.

E por fim, escolha aquilo que te faz feliz! Pois só assim você saberá que está no caminho certo! E na minha opinião, o que você definir nesse ano, não será algo definitivo! Seja aberto a todas as possibilidades!

Um beijo,

Letícia ❀

(Atualizada: 12/12/2016)