Feliz aniversário para nosso blog!

E já estamos com o blog faz 1 ano!

E quem diria que o blog que eu criei há um ano chegaria aonde chegou?! Para comemorar, vou contar um pouquinho da minha história com ele aqui! Ou seja, pega a pipoca e “Senta que lá vem história!”

003

Há um ano, eu estava surtando, simplesmente. Pensava: Eu não acredito que estou no terceiro colegial, já tenho que decidir minha profissão e já tenho que entrar na faculdade, concorrendo com mais de 100 outros estudantes para uma só vaga!

Pois é, mente de quem não tem muita noção das coisas, não acham? Haha

Isso é muito perceptível quando, voltando no meu blog lá no início, haviam várias postagens sobre esse assunto, em específico. Eu não sabia ao certo qual caminho seguir, para onde correr e pensava que teria que saber naquele instante todas as respostas.

Mas entre esse caos todo, o blog surgiu.

004

Me lembro muito bem, o que é raro pois minha memória é aquela beleza (haha), que eu estava em uma sexta à tarde que não fui para a aula de educação física, parei e pensei: Cara, eu preciso criar um blog! Eu não faço ideia se é arquitetura mesmo que eu quero como profissão e eu não faço ideia se vou me dar bem com isso.

Então, escrever e lidar com isso um pouquinho pelo menos pode ser um caminho pra eu ter contato com a minha futura profissão, certo? Certo. Criei primeiro no tumblr, há mais de um ano atrás, mas logo migrei pra cá por possuir mais recursos que eu poderia usar e melhorar meu blog.

001

Bom, comecei então a me dedicar ao blog dentro do possível, lidando com a loucura da escola e escrevendo posts pra cá. E fui indo, com os altos e baixos fui desenvolvendo cada vez mais ele, até chegar aqui. Ainda estou bem longe da onde quero chegar, mas com certeza estou feliz com os primeiros passos que o blog está dando.

Porém, no final do ano, chegando muito, mas muito próximo mesmo dos vestibulares, eu gelei. Afinal, pensava que todo o meu futuro estava naquele exame e se eu não passasse, tudo seria mais complicado! E esse foi o período no qual eu dei uma boa parada nas postagens no blog, para me concentrar mais nos exames. Resultado? Não passei.

18_46_52_620_file

Eu fiquei acabada, não acreditava que depois daquele desgaste todo, tanto emocional quanto mental, eu não havia passado. Mas mesmo sentindo essa fossa toda, no fundo eu estava muito feliz.

Você pode não entender como eu poderia estar feliz por não fazer faculdade naquele ano, mas isso é muito claro pra mim. Eu sempre estudei razoavelmente bastante e usei grande parte do meu tempo resumidamente ou brincando, ou no computador, ou estudando. E essa foi a minha realidade até pouquíssimo tempo atrás!

Eu ainda não havia tido tempo de me desenvolver para ir para uma faculdade dos meus sonhos, pois sabia que quando eu entrasse eu estudaria (estudarei) muito e me dedicaria muito, e não teria tanto tempo para correr atrás de outros assuntos que eu quero, com calma, pesquisar, aprender e crescer.

Então, fiquei feliz! E como havia prestado um vestibulinho pra fazer um curso técnico de design de interiores como segundo plano (conselho do meu pai), fui fazer esse curso e poderia continuar postando no blog. Por isso, nesse ano de 2015, me dediquei demais ao blog! Fiz duas postagens por semana, sempre, com exceção dessas últimas semanas que estava com problemas técnicos e de saúde. E fui correndo atrás de informações, dicas legais e úteis para vocês aqui no blog, mesmo sem ganhar nada com isso, fora o prazer que tenho de escrever.005

E foi nesse ano de 2015 que meu amor por esse blog cresceu. Mesmo tendo alguns momentos de insegurança de não saber quais assuntos escrever e quais projetos iniciar, eu pesquisei muito e continuei com ele.

O blog me proporciona conhecer novas coisas, me ajuda a continuar com um projeto que me desafia sempre, seja precisando ter planejamento ou ter ideias diferentes das da escola ou ainda, lidar com mais responsabilidades. Ele me proporciona escrever, algo que eu amo, me proporciona pesquisar sobre assuntos que eu gosto, me proporciona ser uma blogueira.

006

E hoje, ele faz seu primeiro aninho e só tenho a agradecer por ter conseguido tantas coisas, mesmo que nenhuma material, com ele. E eu estou muito satisfeita em ter percebido que eu não quero apressar as coisas, que as coisas não precisam seguir numa linha reta, mas podem ser um fluxo que tem como combustível a felicidade. E minha mãe me ajuda a ver isso.

Bom, pessoal, é isso! Contei um pouquinho da minha história com o blog e espero que vocês tenham gostado!

Fontes | Pinterest

Um beijo,

Uma Apaixonada por Arquitetura ❤

Png

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s