Catedral de Notre Dame

Nessa semana eu fiz um trabalho para a escola sobre catedrais góticas, e particularmente me encantei pela Catedral de Notre Dame, que além de linda, tem elementos arquitetônicos que superam muitos projetos de arquitetos atuais! Bom, espero que vocês, assim como eu, gostem! Tentei deixar em uma linguagem clara para que seja mais fácil de ler, depois me digam o que acharam!

Situada na Praça Parvis, na pequena ilha Île de la Cité em Paris, França, rodeada pelas águas do Rio Sena.

Imagem

 

Em sua arquitetura, pode-se observar a presença de arcos góticos. O arco gótico, ou ogival (se não tiver o bico), cuja criação foi árabe, tem como principal característica a sua formação pelo encontro de dois arcos de raio constante. Como resultado essa curvatura provoca a decomposição da força peso nos eixos x e y, fazendo com que suportasse maiores pesos, permitindo maior altura, pela maior sustentação, e a maior proximidade com Deus, o que, para o espírito de época, era algo fundamental.

Imagem

 

Além disso, para a possibilidade de maior sustentação permitindo maior elevação, há o contraforte, uma estrutura externa que, estando posicionada em um ângulo reto em relação à estrutura gótica, contra a parede lateral, neutraliza o peso causado pelas abóbodas, com o seu próprio peso. De forma exemplificada:

NotreDameDeParis1 - furlanengenhariacalculosestruturas.blogspot.com.br

Além disso, essa catedral conta com os arcobotantes para sua sustentação, como pode ser observado no esquema acima. Esses arcos são também góticos, dispostos no fundo da catedral, que suportam a força exercida pela abóbora central, também, visualizada no esquema a seguir, além de também servir de canaleta de escoamento de águas pluviais. Elas transmitem ao contraforte maior leveza a partir da sua forma de meio arco.

1024px-Notre-Dame-Paris_east_2 wikipedia.org

Já a abóbada confere à construção um maior vão livre. Elas são usadas para fechar as estruturas, já que conferem, devido à sua formação por arcos góticos, maior sustentação, e, além disso, projeta o espírito humano supostamente para mais perto do céu, algo, como já dito anteriormente, importante para o espírito de época.

640px-Notredame8b -wikipedia

Há ainda maciças colunas que acentuam essa verticalidade e fazem um intermédio entre arcadas altas para alas laterais, além de suportarem as tribunas (galerias) com janelas abertas para o exterior garantindo maior luminosidade. Nas suas colunas, pode-se observar que são mais rebuscadas em seu capitel, sendo inspirada nas colunas coríntias, mas sem as caneladuras.

Em toda a catedral, pode-se observar ainda a existência dos mosaicos, ou seja, construção de imagens com partes, pedaços, cuja criação se iniciou com os árabes (usando azulejos) e aqui é encontrada em vitrais, como no caso da rosácea, presente na principal fachada da catedral, com 13 metros de diâmetro. Todos os vitrais e as rosáceas estão presentes nas catedrais góticas a fim de possuir uma arquitetura transparente, luminosa e colorida.

F/Wv1.80 640px-Roosvenster_van_de_notre_dame_de_paris -wikipedia

FONTES:
Wikipédia/Wikimédia
Umviajante.com.br
Amantesdebelasimagens.blogspot.com.br
Zelusimagens.blogspot.com.br
furlanengenhariacalculosestruturas.blogspot.com.br

 

 

Anúncios

Um comentário em “Catedral de Notre Dame

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s